sábado, 29 de dezembro de 2007

Adeus 2007... Benvindo 2008!!!

Só nestas alturas em que estamos prestes a avançar mais um ano no calendário, é que nos lembramos do seguinte:
- Já passou mais um ano?
- Como o tempo passa depressa...
- Ainda no outro dia fomos de férias em pleno verão...
- Como é que é possível .

É verdade, toda a gente de uma maneira ou de outra tem comentários deste género, por isso não pensem que vocês são os únicos a agir dessa maneira.

No nosso caso, os comentários também existem, mas são mais do género:
- Ainda no outro dia fizemos o Jantar de Aniversário (1 de Novembro).
- E amanhã, já vamos fazer o Jantar de Natal (29 de Dezembro).
- Como é que é possível só já faltam três semanas para a Lagarada (26 de Janeiro)
- E um mês (1, 2 e 3 de Fevereiro) para a feira das Tradições...
- Como o tempo passa depressa.

Sendo assim, não se esqueçam de cada um à sua maneira viver o dia a dia sem remorços do tempo que já passou. A vida é curta demais para se viver o mesmo dia duas vezes.
É com estas palavras confusas, mas com sentimento, que os cortiços esperam que todos os seus amigos, conhecidos e familiares tenham tido um ano de 2007 com muita SAÚDE

E que tenham umas melhores ENTRADAS para o ano de 2008 que agora se avizinha...

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Feira das Tradições 2006

Já passaram quase dois anos desde a nossa segunda presença na Feira das Tradições de Pinhel. Nesse ano, após um trabalho árduo de todos os cortiços inaugurámos a nossa nova barraquinha com uma decoração a preceito.

Para quem não conhece esta feira, ainda não sabe o que está a perder!!!
A Feira das Tradições, realiza-se todos os anos no fim de semana antes do carnaval, pelo que a sua data de realização varia de ano para ano. É uma feira de actividades económicas, que todos os anos tem um tema específico, debatido através de colóquios e conferências.
A par disso, existem mais dois pavilhões. Um pavilhão é dedicado exclusivamente a stands de artesãos tradicionais do concelho, produtos regionais de diversos pontos do país, mobiliário, e comércio variado. Enquanto que o outro pavilhão, está destinado a barraquinhas, tasquinhas e espectáculos .
É neste último que nós estamos presentes, com a Barraquinha Associação "Os Cortiços". Nesta barraquinha a animação nunca para. Para além da tradicional cerveja e vinho, a nossa barraquinha possui outros néctares que são reconhecidos além fronteiras...
Temos todos os anos a famosa ginjinha tradicional, sangria do melhor que alguma vez alguém provou e o nosso CORTIÇÃO , uma bebida curta shot ), mas com muito paladar, bom gosto e sabedoria na sua confecção (o segredo da sua composição está mais bem guardado do que o da Coca-Cola).
Na parte das comidas, também não ficamos atrás, temos sempre pronto a sair, bifanas, moelas, chouriça, farinheira, orelha, enfim, um sem número de iguarias que só quem lá foi é que sabe como é...
A nossa reputação é tão grande além fronteiras, que até o vocalista do grupo musical Quinta do Bill (Carlos Moisés, para quem não conhece), quis comprovar com os próprios olhos se era mesmo verdade o que se dizia sobre nós.
Ele passou por ali, e como não podia deixar de ser quis tirar uma foto connosco . Nós lá fomos na cantiga do bandido e cedemos à tentação. Claro que para nós foi um acto normal do dia a dia, agora para ele foi uma experiência única que dificilmente poderá repetir...
Foram muitos os amigos que nós recebemos de braços abertos, e com quem bebemos um copito, claro que nem todos podem aparecer desta vez, mas eu prometo que aos poucos eles vão aparecendo.
Para já, aqui está uma foto do Manel do Petisco, grande homem, amigo e companheiro de algumas festas. Um abraço de todos. Por outro lado uma foto de algo que nunca se pensou ser possível no meio de Março ... Já eram cinco da manhã, e não é que quando fomos à rua efectuar as necessidades básicas deparámo-nos com esta maravilha... ESTAVA A NEVAR!
Como não podia deixar de ser tirámos uma foto para mais tarde recordar.
Bons tempos estes que já lá vão, mas não se preocupem que melhores tempos ainda virão...
Para a posterioridade ficam estas fotos de família que ficam sempre bem em qualquer momento.

Mas atenção nem tudo são rosas. Como em tudo o que se passa na vida, nem sempre vivemos de momentos bons. Já houve altos e baixos na nossa curta existência, já houve pessoas que quiseram desistir, assim como já houve reuniões para admitir novos elementos.
Como se costuma dizer: SÓ FAZ FALTA QUEM CÁ ESTÁ...

sábado, 22 de dezembro de 2007

Feliz Natal e Próspero Ano Novo

Nesta época de paz, amizade, e confraternização entre famílias e amigos, os Cortiços querem também aqui,desejar a todos os seus amigos...


Á boa maneira dos Cortiços, claro.
O velho, gordo, e de barbas grandes, à muito que já passou de moda.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Lagarada no Bogalhal 2006

Para quem não sabe, existe no concelho de Pinhel, mais propriamente na freguesia do Bogalhal , um dos mais bonitos lagares tradicionais do País.
Pese embora, existam vários lagares de azeite espalhados pela região, este, devido à sua magnifica recuperação, manteve todo o aspecto tradicional, aliado a algum conforto e tecnologia.
Desde a sua inauguração, que a sua fama se vai alastrando pelo concelho fora. Não só pelas lagaradas que proporciona (com marcação prévia), como pela simples visita que vale a pena.

Estas primeiras fotos ilustram o aspecto do lagar, visto do primeiro andar (local preparado com mesas a condizer, para servir as lagaradas). Alí no rés do chão estão todas as máquinas utilizadas antigamente...

Como é possível constatar através das fotos, este lagar possui toda a maquinaria recuperada e pronta a trabalhar caso fosse necessário. É claro que, com a tecnologia de hoje em dia, é impensável ter o trabalho de antigamente para produzir o azeite.

Estas duas fotos foram tiradas no rés-do-chão do lagar. A primeira mostra o momento mais importante da ida ao lagar... É esse mesmo o azeite a correr! Na segunda foto está o cortiço André com uma perspectiva do 1º andar do lagar construído agora para dar mais conforto a quem lá vai) .



Depois de efectuadas as necessárias apresentações, para quem não conhecia tão apetecível local de confraternização, serve o presente momento para revelar mais uma das nossas festas, desta vez não só para Cortiços, como também para alguns amigos mais chegados.

Como o frio apertava, nada mais do que juntarmo-nos todos ao pé da salamandra e beber um copinho de jeropiga de aperitivo. Depois de todos chegar-mos ao ponto de encontro, ruma-mos ao 1º andar e sentámo-nos na mesa já preparada com umas maravilhosas entradas (Chouriça, Queijo, Bucho, Farinheira, Pão, Azeitonas e sei lá eu bem mais o quê). Uma coisa vos posso dizer, tomaram muitos restaurantes conceituados possuir entradas daquele calibre.

Depois destas maravilhosas entradas, chegou a vez da lagarada propriamente dita. Existem várias formas de fazer uma lagarada, cada uma com sua moda. Ali, no Bogalhal a lagarada é feita da seguinte forma. O bacalhau, as batatas e os grelos (caso existam na altura), são cozinhados à parte. Em seguida é desfiado o bacalhau e são esmagadas as batatas. Depois junta-se tudo e envolve-se bem o Bacalhau, os Grelos e as Batatas, com azeite quente. Em seguida vai à mesa e come-se com todo o gosto... A falar assim até parece que fui eu que o cozinhei... :)

Este já foi o segundo ano consecutivo que lá fomos e em Janeiro de 2008 vamos lá outra vez....

Os Cortiços querem aqui deixar um agradecimento especial ao Sr. Abel Rocha, à D. Maria e ao Sr. Joaquim por todo o apoio que nos têm dado sempre que necessitamos.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Feira das Tradicões 2005

Tradições pela primeira vez.
E como é sempre bom recordar, aqui vão algumas fotos que ilustram bem aquilo que se passou nesse fim de semana.
No primeiro ano, este foi o aspecto geral da nossa barraquinha...



Digam lá que não estava porreira.
Como a animação nunca faltou, conseguiu-se captar na máquina fotográfica bastantes momentos como estes...



Na foto de cima do lado esquerdo, estão os cortiços Neves, Flávio e André a fazerem um brinde com o respectivo cortiço, na foto de cima do lado direito está o cortiço Marco e beber a tradicional
(diga-se de passagem, também muito boa) sangria dos Cortiços e o cortiço Hugo está ao microfone a fazer as vezes do organista (neste momento ele tinha ido à casa de banho, por isso o Hugo ficou a substituí-lo).

A animação esteve sempre presente, mesmo com tanto trabalho pela frente. A demonstrar isso, estão as fotos de baixo em que o Cortiço Bruno Quintaneiro, transporta um pesado!!! metro de cerveja (contudo penso que era só para ele beber...), enquanto isso, o cortiço Hugo e Chico, estão numa azáfama incrivél atrás do balcão...

Por vezes, quando o trabalho apertava com mais força, nós decidia-mos trabalhar ainda mais, a comprovar está esta foto de grupo, com muitos amigos à mistura...

Assim decorreu a nossa primeira participação na Feira das Tradições.
Não percam qualquer dia as fotos da Feira de 2006 e 2007.

domingo, 9 de dezembro de 2007

Corrida de São Silvestre (2005)

Como nem só de festas, vive esta Associação, no dia 31 de Dezembro de 2005, alguns cortiços(os mais destemidos) resolveram participar na corrida de S. Silvestre, organizada pela União Desportiva os Pinhelenses em parceria com a associação de Atletismo da Guarda.

Do percurso fazim parte 7,5 Km, de dificuldade média. Escusado será dizer que a nossa intenção foi somente participar. Vieram a esta prova atletas oriudos de vários pontos do País. É pena que as pessoas de Pinhel não participem mais nestas iniciativas.


Para mais tarde recordar, fica esta entrevista, efectuada momentos antes de começar a prova. É que somos corajosos. Mas chegámos todos ao fim, sem ninguem desistir nem parar a meio. E como diz o ditado, o que interessa é participar.


video

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

1º Aniversário dos Cortiços (2005)

Durante o primeiro ano, como puderam ver e apreciar, a nossa unica aparição publica foi na Feira de São Batolomeu em Trancoso, no dia da actuação do Tony Carreira. Como ainda eramos bébes não tinhamos autorização dos nossos pais para sair à rua... LOL :)
Agora no 1º Aniversário, aí sim, foi festa e da rija, para mais tarde recordar.

O dia começou com um pequeno almoço bem regado, em seguida fomos visitar a feira de ano de Pinhel, aproveitámos claro para regatear o preço de alguns produtos (vinho, favaios, bolas, etc).
A hora do almoço é sagrada, então para nós nem se fala. Como podem ver (é pena as fotos não terem cheiro, se não aqui era uma boa ocasião para cheirar), o repasto foi uma panela de JAVALI estufado, regado com vinho e boa disposição.

Depois do almoço, fomos passear até Almeida, a convite do amigo Domingos, e como não podia deixar de ser fomos direitinhos para o seu local de repouso...

Depois desse repouso (como assinala a fotografia) bem merecido, o Hugo decidiu puxar da sua Gianini e já com a garganta quente, dar os primeiros acordes. O coro que estava ali ao lado, bem tentava acompanhar o ritmo, mas a coisa não estava fácil para aqueles lados.

Depois desta actuação e convivio, decidimos retornar às nossas origens (Pinhel) e como a fome voltava a apertar, preparámos um jantar à maneira (leitão e gambas). Se o almoço foi bom, o jantar nem se fala.















No final deste manjar, como todos os aniversariantes têm o seu bolo, nós também não ficámos atrás...
Depois de tudo isto, e quando o relógio já batia as 22 horas, havia já quem não aguentasse o ritmo frenético do dia. A esta hora o Marquito já devia duas horas à cama... LOL :)

A altas hoas da madrugada, havia ainda quem tinha forças para dançar ao som e ritmo do DJ e Cortiço Alex



Assim correu o nosso 1º Aniversário. São temos que já passaram, mas que pela amizade e companheirismo vale sempre a pena recordar. São memórias que nunca se esquecem. Obrigado amigos, por sermos o que somos...